Conhecendo Caiobá – Pr

Oii minha gente, acho que estou um pouquinho atrasada com esse post, não é mesmo? Vai fazer quase dois meses que fiz essa viagem e ainda não tinha vindo contar para vocês. Mas antes tarde do que nunca, não é mesmo?

No meio de dezembro do ano passado a família do meu namorado me convidou para ir para a praia com eles e viajar é quase sempre um convite irrecusável, ainda mais com eles, que são pessoas que eu gosto demais.

IMG_3584.JPG

IMG_3612.JPG
A Serra do Mar é o caminho que normalmente fazemos para chegar até as praias.
IMG_3622.JPG
Matheus sendo Matheus
IMG_3632.JPG
O calçadão de Caiobá é ótimo para fazer caminhadas ou andar de bicicleta com as crianças.

O problema antes de ir era convencer a minha família a deixar, mas não foi tão difícil assim, e também não tinha motivos para eles não deixarem.

Saímos cedinho de Maringá (minha cidade), fizemos algumas paradas e chegamos lá por volta da hora do almoço.

A viagem foi com o intuito de descanso mesmo e não para conhecer, então ficamos a maior parte do tempo em Caiobá, só fomos para São Francisco do Sul – Sc (mas esse será um próximo post).

IMG_3664.JPG
Arrumei um amiguinho que estava atrás de muito carinho e isso eu tinha do sobra.
IMG_3695.JPG
Meu namorado como uma boa criança resolveu fazer um castelinho.

Eu já conhecia Caiobá de outras viagens que fui com a minha família, mas nunca havia ficado muitos dias na praia, geralmente ficávamos em Ipanema-Pr e vez ou outra íamos para Caiobá. Eu lembrava da praia de lá com água suja, muita gente e com ondas que me afogaram várias vezes, mas para a minha surpresa dessa vez foi diferente.

Caiobá estava como eu nunca tinha visto antes, limpa, com pouco movimento, mas ainda assim com ondas que me deram vários caldos (na minha opinião praias com um mar mais “bravo” são mais divertidas), mas acho que isso se deu pela época que fomos, não sei dizer.

A melhor coisa de Caiobá para mim são as barraquinhas de comida. Sem brincadeira, engordei em torno de 3 kg em cinco dias, porque não parava de comer, comia crepe e milho cozido o tempo todo, porque nada melhor do que comer na praia.

IMG_3718.JPG

IMG_4206.JPG
Um dia de sol e movimento na Praia de Caiobá.
IMG_4244.JPG
As ondas que me deram vários caldos.

IMG_4211.JPG

IMG_4215.JPG
A felicidade tem nome e se chama milho cozido de praia.
IMG_4238.JPG
Mais um amiguinho fofo que encontramos na areia

Caiobá também tem algumas lojinhas (mas poucas) e uma feirinha que tem várias bugigangas, mas hora quando fomos eles estavam começando a abrir a ferinha, então nem todas as lojinhas estavam montadas (para a minha sorte, se não tinha gastado muito mais do que deveria).

IMG_4241.JPG
Minha vez de ser criança e fazer as minhas esculturas.
IMG_4281.JPG
Eu amo demais essas conchas que tem formato de flores.

Alguns dias em que ficamos lá acabou chovendo, mas nada que impedisse nossa ida a praia, porque até embaixo de chuva fomos, o que foi muito divertido (essa época chove bastante no litoral paranaense). Outros dias fizeram bastante sol então até que deu para pegar uma corzinha.

Fomos também até Praia Mansa que fica do lado de Caiobá e ao contrário da primeira, a Praia Mansa é bem calma e tranquila.

IMG_4261.JPG
Praia Mansa

IMG_4273.JPG

Essa viagem se resumiu basicamente em: muitos quilos ganhos, muitas risadas, bastante descanso e tranquilidade. Com certeza faria de novo e de novo.

IMG_4188.JPG

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s