Tudo o que você reforça se torna comum

blog13

Aprendi uma coisa nova com a minha psicóloga esse dias que é tema desse título.

Depois de reclamar continuamente sobre brigas e mais brigas que eu não estava sabendo lidar mais, que eu não tinha mais forças para retrucar e para ficar no local onde elas aconteciam resolvemos ter uma conversa sobre esse assunto. Mas brigas como? Discussões em casa, brigas bobas como um levantar o tom de voz quando é desnecessário e à partir dai tudo se tornar um caos e etc.

Bem. Eu costumava ser uma pessoa bem mais estressada, irritada, impaciente do que sou hoje e olha que eu ainda sou muito de tudo isso aí viu? Só que a algum tempo atrás eu comecei a perceber como isso me fazia (e ainda me faz mal), não só para mim mas para as pessoas com quem convivo também. O ambiente ficava insuportável, as conversas não eram mais decentes e cada palavra dita passou a ser motivo de briga, até o momento que isso saiu do meu controle e eu não conseguia mais controlar o que eu era. Eu simplesmente vivia no automático onde nada mais fazia sentido para mim, onde nada importava, onde a única coisa que era legal era dormir horas e horas, sem saber em que dia estava, com quem estava, o que eu podia fazer e o que eu precisava fazer.

blog14

Você deve pensar ‘Essas coisas não fazem sentido’, pois é, eu também achava que não faziam até acontecer comigo, até eu não ser capaz de me controlar, de não saber mais a diferença entre o sonho e a realidade, de não saber mais o que era real e o que não era, de somente observar tudo o que acontecia e deixar meu corpo agir da maneira que ele queria. Eu perdi o controle total de tudo e da minha vida.

Não foi preciso nenhuma droga, nenhum vício, nada! Foram coisas normais que me levaram a isso, como o acúmulo de estresse; a pressão de um ano completamente novo que eu passei; por pressões de faculdade, trabalhos, família, amigos e minha; brigas desnecessárias; ansiedade; impaciência. Tudo fez com que minha mente desligasse e dissesse “Laisa, eu estou te avisando faz um tempo, mas você não me escuta. Então agora você vai desligar contra a sua vontade!” e puf! Desliguei.

Não vejo isso como uma coisa ruim que tenha me acontecido, na verdade, vejo isso como um aprendizado. Porque me fez olhar mais para mim e pensar ‘O que você esta fazendo da sua vida garota?’. Eu aprendi que as vezes ignorar algumas coisas evitam discussões desnecessárias, as vezes só concordar ou admitir que você está errado pode te deixar tranquilo e com a consciência leve.

blog15

Como minha psicóloga me disse “Tudo aquilo que você reforça torna comum. A medida que você reforça as brigas, reforça as diferenças, você acaba por torná-lo aquilo comum, ou seja, nunca irá acabar, sempre haverá brigas e mais brigas, desentendimentos e você não só deixará você mal por isso como também deixará aqueles que estão ao seu redor”.

E como eu levo tudo em consideração sobre o que ela fala, comecei a reparar e realmente, quanto mais eu brigo mais eles brigam, quanto mais me desentendo com as pessoas mais desentendimento arrumo, quando mais me estresso mais isso se torna comum e isso vai se tornando uma bola de neve ao ponto que você não consegue controlá-la e ela se torna uma avalanche.

Onde quero chegar com isso? Que as vezes reforçar as coisas não é necessário, talvez um simples ‘tudo bem, você está certa’ na hora da briga amenize as coisas, um pensamento positivo sobre algo pode melhorar seu dia, tentar controlar sua ansiedade pode de ensinar a controlá-la realmente. São pequenos passos por dia que podem te tonar uma pessoa melhor.

Se você tiver um tempinho, leia esse texto maravilhoso que eu encontrei hoje, pode te dar uma ajudinha maior!

http://obviousmag.org/sobre_resiliencias_e_mares/2015/04/post.html

Beijinhos!

Anúncios

2 comentários sobre “Tudo o que você reforça se torna comum

  1. Cara estou muito orgulhosa de você! Você já parou pra perceber o quanto você é incrível? Tipo você enfrenta os trancos e barrancos da vida desde muito nova, você criou uma personalidade pra superar os obstáculos que surgiram no seu caminho. Você pode ter se perdido um pouco e se tornado estressada e irritada com tudo, mas seu corpo e mente reconheceram que você não precisava combater tudo e todos e você se reinventou, você ainda é tem a essência da menina que eu conheci na pré-escola, mas agora você tem uma maturidade e contagia todos ao seu redor com alegria e paz e isso é maravilhoso!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s